Nacionais

Logo CPOC

Campeonato Nacional Absoluto 2017

0

Realizou-se nos passados dia 01, 02 e 03 de Dezembro na zona de Mora e Pavia (não se fizeram num dia, kkkkkkkk), o Campeonato Nacional Absoluto em Orientação, este evento esteve a cargo do CPOC – Clube Português de Orientação e Corrida.

O Campeonato Nacional Absoluto é todos os anos a ultima prova de Orientação Pedestre a contar para a Taça de Portugal, é também a prova onde todos os atletas competem entre si, independentemente da idade (escalão), para isso há um apuramento entre todos os inscritos que se conseguirem ficar entre os 60 melhores tempos, avançam para a final, havendo a Final Masculina e a Final Feminina.

Com um fim de semana de tres dias, na sexta feira dia 1 foi organizada uma prova de distancia media que apenas contou para a Taça de Portugal. Eu já com o ranking ganho participei apenas para cumprir calendário, conseguindo mesmo assim o segundo lugar em H45.

Fiz uma boa prova, mas fiz algumas opções para poupar forças (tentei evitar as subidas), por isso o 2º lugar foi muito bom.

Mapa Cabeção trak (DOMA)

No Sábado dia 2 foi o dia da prova de apuramento para a final de Domingo, por isso tentei fazer uma prova sem erros e ao mesmo tempo tentei poupar-me fisicamente pois o importante não era vencer mas sim ficar entre os 60 melhores tempos entre todos os escalões de competição.

Comecei a prova descontraído mas ao ponto 4º fiz um erro grande que me custou mais de 1 minuto, isso não me abalou mas mesmo assim falhei o azimute e perdi mais de 30 segundos no ponto 7º, mas o pior estava para aparecer, nos pontos 11º e 12º entrei em desgaste e tive dificuldade em concentrar-me, mas depois consegui recuperar e depois de beber agua antes do ponto 14º fiz o resto da prova sempre a 100%.

No final voltei a ser 2º no escalão e fui apurado para a final com o 29 tempo.

Apuramento - Monte da casa branca – Oeste – Trak (DOMA)

Resultado – aqui

No Domingo dia 3 foi dia da Final, as minhas expectativas era apenas fazer uma prova sem erros e ajudar o COC no colectivo, pois sabia perfeitamente que individualmente não estou em condições de competir em pé de igualdade com os nossos elites e alguns jovens.

Fiz uma prova boa, sempre seguro e com boas referencias, não vi a passagens na rede na pernada para o 5º ponto (não sei porque marcam passagens no mapa quando há uma passagem na rede que não marcaram). Passei o loop sem dificuldade e só borreguei (perdi tempo) no 27º ponto.

No final fiquei em 14º na geral (pena não ter dado para vencer por equipas).

Resta-me dar os Parabéns aos vencedores, Pedro Nogueira (ADFA) e Helena Lima (COC).

Final – Mapa Monte da casa branca – Leste – Trak (DOMA)

Resultados aqui

Logo Adfa

Campeonatos Nacionais de Distancia Media e Estafetas

0

Realizou-se em Landeira, Vendas novas no fim de semana de 22 e 23 de Abril de 2017 os Campeonatos Nacionais de Distancia Media e Estafetas de Orientação pedestre, evento organizado pelo ADFA (Associação de Deficientes das Forças Armadas – Delegação de Évora.

Mesmo sem ter conseguido fazer uma prova perfeita, (cometi um erro grande no ponto 17 e mais um pequeno desvio no ponto 19 tudo fruto do meu fraco estado físico), consegui vencer a prova e assim consagrar-me Campeão Nacional de Distancia Media no escalão de H45, consequentemente o COC arrecadou o titulo colectivo em VET 2.

Não foi um fim de semana perfeito mas ficou perto, se na Distancia Media consegui ser campeão Nacional, na estafeta não fui (a minha equipa não foi) alem do 4º lugar em VET 1, mesmo assim em VET 2 os meus companheiros de escalão conseguiram ser Campeões Nacionais de Estafeta (para quem não sabe a estafeta é constituída por 3 elementos, uma vez que somos mais de 3 atletas no escalão alguém tem de ficar de fora).

Mapa Landeira percurso H45 trak

Campeão Nacional de Distancia Media em H45
COC Campeão Nacional de Distancia Media em VET 2

coala1

Campeonato Nacional Absoluto 2016 – Final

0

Depois da prova de apuramento de sábado dia 12, no domingo 13 fomos até Torre de Coelheiros para a final deste Absoluto.

Embora casado devido a falta de treino, fui motivado para fazer uma boa prova tecnicamente pois este tipo de terreno já foi o meu campo de sonhos, mas, não sei porque motivo parti desconcentrado e depois de falhar o 1º ponto de controlo, sai mal para o 2º ponto de controlo e demorei a conseguir acalmar e ler o terreno correctamente.

Com calma cheguei ao ponto 9º mas para o 10º ponto de controlo confundi a reentrância e perdi bastante tempo, depois foram uma sequência de erros e quando dei por mi já tinha sido apanhado por vários atletas, depois foi sofrer até final para tentar não perder muito tempo para o vencedor.

Acabei por ficar em 11º lugar na geral.

Mapa final DOMA

coala1

Campeonato Nacional Absoluto 2016 – apuramento

0

Realizou-se no fim de semana de 11 e 12 de Novembro na zona de Viana do Alentejo e Torre de Coelheiros o Campeonato Nacional Absoluto 2016, esta prova põem em disputa o titulo absoluto e dá oportunidade a todos os atletas de competir entre si.

Este Absoluto foi organizado em parceria pelo CN Alvito e COALA, tendo no sábado 11 sido realizada a prova de apuramento no mapa de Viana do Alentejo, mapa com muito pormenor que dificultou a leitura do mapa durante a progressão.

A minha prestação neste dia de apuramento ficou marcada pelo erro grave que cometi entre o ponto 2 e 3 ao não me aperceber que a vedação que estava no terreno antes do ponto 3 não foi vista por minguem da organização (nem cartografo nem supervisor) e por isso não estava no mapa, deixei la 4 minutos de prova e só sai de la quando um atleta do meu escalão ignorou a vedação e levou-me autenticamente ao ponto de controlo nº3 (por vezes a orientação tem destas coisas).

Mesmo com este erro e já com o espírito aberto a erros de cartografia ainda consegui vencer o meu escalão (H45) e qualificar-me para a final em 11º lugar, objectivo conseguido.

Mapa Viana do Alentejo – apuramento (DOMA)

logo fedo

Campeonato Ibérico de Orientação 2016 – Média

0

Depois da Distancia Longa e Sprint em floresta no Sábado, no Domingo realizou-se a Distancia Média no centro Histórico de Ciudad Rodrigo.

Se por um lado estava motivado pelo facto de não estar com muitas dores no tendão, por outro lado o facto da prova ser toda em estrada estava a deixar-me com algum receio das dores que se iriam seguir, ainda por cima sendo a terceira prova em 24 horas.

Depois de pegar no mapa e verificar que a primeira parte (tinha-mos troca de mapa) da prova era só dentro da zona histórica, motivou-me ainda mais pois a prova era técnica o que me dava esperanças de um bom resultado.

Comecei bem, sem hesitar, consegui fazer a antecipação e simplificação, só não consegui correr a 100%, 1º ponto feito, 2º também, com a antecipação verifiquei que para o 3º ponto de controlo era só correr por cima da muralha, mas, a certa altura e a uns 150 metros de chegar ao ponto vi que no mapa a muralha estava pintada de vermelho, cor que associei a zonas proibidas na Orientação, por isso desci da muralha e fiquei um pouco perdido em relação ao que poderia fazer para chegar ao 3º ponto de controlo, uma vez que o ponto era em cima da muralha mas no mapa tinha vermelho na muralha dos dois lados por onde se poderia aceder ao ponto de controlo. Fiquei um pouco perdido, mas com a certeza onde eu me encontrava, pois o 4º ponto de controlo estava a uns 50 metros de mim o que me fazia ainda mais confusão. Pensei, pensei e voltei a pensar o que a organização queria que eu fizesse para conseguir chegar ao ponto e depois de alguns segundos (que pareceram uma eternidade) comecei a ver outros atletas a passar por debaixo da muralha foi então que percebi que se calhar o vermelho não era proibido mas sim os túneis existente.

Voltei a subir a muralha e corri de raiva ignorando a dor e o cansaço, não voltei a cometer nenhum erro nem hesitações até final da prova.

No final analisando os splites verifiquei que tinha feito o 2º melhor tempo para o 1º pontos de controlo e o melhor tempo para o 2º ponto de controlo o que já me colocava em 1º lugar na geral, com aquele erro acabei por fazer o 36º tempo nessa pernada e passei de 1º na geral para 13º, só voltei a recuperar a liderança ao 15º ponto de controlo.

Splites

Media parte 1

Media parte 2

Ir ao Topo