Nacionais

coala1

Campeonato Nacional Absoluto 2016 – Final

0

Depois da prova de apuramento de sábado dia 12, no domingo 13 fomos até Torre de Coelheiros para a final deste Absoluto.

Embora casado devido a falta de treino, fui motivado para fazer uma boa prova tecnicamente pois este tipo de terreno já foi o meu campo de sonhos, mas, não sei porque motivo parti desconcentrado e depois de falhar o 1º ponto de controlo, sai mal para o 2º ponto de controlo e demorei a conseguir acalmar e ler o terreno correctamente.

Com calma cheguei ao ponto 9º mas para o 10º ponto de controlo confundi a reentrância e perdi bastante tempo, depois foram uma sequência de erros e quando dei por mi já tinha sido apanhado por vários atletas, depois foi sofrer até final para tentar não perder muito tempo para o vencedor.

Acabei por ficar em 11º lugar na geral.

Mapa final DOMA

coala1

Campeonato Nacional Absoluto 2016 – apuramento

0

Realizou-se no fim de semana de 11 e 12 de Novembro na zona de Viana do Alentejo e Torre de Coelheiros o Campeonato Nacional Absoluto 2016, esta prova põem em disputa o titulo absoluto e dá oportunidade a todos os atletas de competir entre si.

Este Absoluto foi organizado em parceria pelo CN Alvito e COALA, tendo no sábado 11 sido realizada a prova de apuramento no mapa de Viana do Alentejo, mapa com muito pormenor que dificultou a leitura do mapa durante a progressão.

A minha prestação neste dia de apuramento ficou marcada pelo erro grave que cometi entre o ponto 2 e 3 ao não me aperceber que a vedação que estava no terreno antes do ponto 3 não foi vista por minguem da organização (nem cartografo nem supervisor) e por isso não estava no mapa, deixei la 4 minutos de prova e só sai de la quando um atleta do meu escalão ignorou a vedação e levou-me autenticamente ao ponto de controlo nº3 (por vezes a orientação tem destas coisas).

Mesmo com este erro e já com o espírito aberto a erros de cartografia ainda consegui vencer o meu escalão (H45) e qualificar-me para a final em 11º lugar, objectivo conseguido.

Mapa Viana do Alentejo – apuramento (DOMA)

logo fedo

Campeonato Ibérico de Orientação 2016 – Média

0

Depois da Distancia Longa e Sprint em floresta no Sábado, no Domingo realizou-se a Distancia Média no centro Histórico de Ciudad Rodrigo.

Se por um lado estava motivado pelo facto de não estar com muitas dores no tendão, por outro lado o facto da prova ser toda em estrada estava a deixar-me com algum receio das dores que se iriam seguir, ainda por cima sendo a terceira prova em 24 horas.

Depois de pegar no mapa e verificar que a primeira parte (tinha-mos troca de mapa) da prova era só dentro da zona histórica, motivou-me ainda mais pois a prova era técnica o que me dava esperanças de um bom resultado.

Comecei bem, sem hesitar, consegui fazer a antecipação e simplificação, só não consegui correr a 100%, 1º ponto feito, 2º também, com a antecipação verifiquei que para o 3º ponto de controlo era só correr por cima da muralha, mas, a certa altura e a uns 150 metros de chegar ao ponto vi que no mapa a muralha estava pintada de vermelho, cor que associei a zonas proibidas na Orientação, por isso desci da muralha e fiquei um pouco perdido em relação ao que poderia fazer para chegar ao 3º ponto de controlo, uma vez que o ponto era em cima da muralha mas no mapa tinha vermelho na muralha dos dois lados por onde se poderia aceder ao ponto de controlo. Fiquei um pouco perdido, mas com a certeza onde eu me encontrava, pois o 4º ponto de controlo estava a uns 50 metros de mim o que me fazia ainda mais confusão. Pensei, pensei e voltei a pensar o que a organização queria que eu fizesse para conseguir chegar ao ponto e depois de alguns segundos (que pareceram uma eternidade) comecei a ver outros atletas a passar por debaixo da muralha foi então que percebi que se calhar o vermelho não era proibido mas sim os túneis existente.

Voltei a subir a muralha e corri de raiva ignorando a dor e o cansaço, não voltei a cometer nenhum erro nem hesitações até final da prova.

No final analisando os splites verifiquei que tinha feito o 2º melhor tempo para o 1º pontos de controlo e o melhor tempo para o 2º ponto de controlo o que já me colocava em 1º lugar na geral, com aquele erro acabei por fazer o 36º tempo nessa pernada e passei de 1º na geral para 13º, só voltei a recuperar a liderança ao 15º ponto de controlo.

Splites

Media parte 1

Media parte 2

logo fedo

Campeonato Ibérico de Orientação 2016 – Distancia Longa e Sprint

0

Mesmo sem estar em condições mínimas para competir (continua a doer-me o calcanhar quando corro, mesmo que pouco tempo) fui até Ciudad Rodrigo (Espanha) para participar no Campeonato Ibérico 2016 (estranhamente não vejo escrito em nenhum dos 4 mapas que me deram a designação de Campeonato Ibérico, mas já fui ver os diplomas e lá está escrito Campeonato Ibérico).

Foram realizadas três etapas, distancia longa e média e sprint, tendo sido a distancia Longa e o Sprint (em flores) tendo sido a distancia media realizada no domingo em cidade, no centro histórico de Cidade Rodrigo.

No sábado de manhã fomos até El Potril, terreno agradável para fazer orientação que eu achei um pouco rápido para o meu estado físico. A prova correu-me bem tecnicamente, fiz apenas um pequeno erro no 2º ponto de controlo, foi o suficiente para perder lugares na classificação, mas o mais importante é que foi também o suficiente para ficar me 3º lugar na geral, o que atendendo as minhas expectativas foi uma vitória.

(O sprint foi uma desagradável surpresa, foi mais do mesmo, mapa ampliado e zona de competição muito mal escolhida, enfim, mais do mesmo. Mesmo assim fui 8º, que até foi bom atendendo aos vários erros que cometi e ao facto de competir juntamente com os escalões de H35 e H40, eu sou H45).

Mapa El Potril (distancia longa)

COAC

Campeonato Nacional Absoluto 2013 – Final A

0

Depois de um apuramento bastante sofrido, no Domingo, 24 de Novembro de 2013, foi dia da final do Campeonato Nacional Absoluto de Orientação.

Tal como na prova de apuramento, senti muitas dificuldades para terminar a prova, tentei correr mas a falta de treino levou-me a fazer todas as subidas a andar, por isso a ideia era não cometer erros e andar o mais a direito possível.

Consegui concluir a prova com apenas três pequenas hesitações na zona dos pontos já na parte final da prova, que me levaram a 25ª posição nesta final, a minha pior classificação de sempre num Campeonato Nacional Absoluto, mas o objectivo foi alcançado, ajudar o clube por equipas, sendo que conseguimos ser 2º por equipas (masculinos), muito bom, pois neste momento a ADFA é imbatível.

Uma palavra aos miúdos do Clube que mostraram que o meu substituto esta a caminho, eheheehheheheheeh, também as Senhoras do clube que mais uma vez mostraram que também o COC por equipas esta imbatível.

Para finalizar, com esta ultima prova da Taça de Portugal, foi confirmado (como era de esperar) mais um Titulo colectivo para o COC (Clube de Orientação do Centro).

Mapa Final A trak

Masculinos – FINAL , 29C, 7.7km, 435m (60)
Cl. Nome Atleta AN Lic. SI Clube Tempo Min/Km
1 Manuel Horta 90 4429 1600294 GafanhOri 40:46 5:17
2 Tiago Gingão Leal 90 4495 1600297 GafanhOri 41:25 5:22
3 Pedro Nogueira 82 1111 1010121 ADFA 41:34 5:23
4 Tiago Romão 89 2818 644444 ADFA 41:40 5:24
5 Nelson Graça 87 2733 1871224 Ori-Estarreja 42:49 5:33
6 Gildo Silva 85 2668 1985421 COC 43:58 5:42
7 Armando Sousa 64 1682 1961682 ADFA 47:10 6:07
8 Paulo Santos 83 1670 1831215 ADFA 47:29 6:09
9 Jorge Correia 70 4285 1010115 ADFA 48:10 6:15
10 Paulo Franco 81 1132 1302844 COC 48:48 6:20
11 João Mega Figueiredo 92 3299 1222444 CN Alvito 51:01 6:37
12 Carlos Simões 72 5127 7725127 COALA 51:48 6:43
13 Alberto Branco 75 1516 407051 CP Armada 51:55 6:44
14 Diogo Miguel 89 1888 1989522 Ori-Estarreja 52:15 6:47
15 João Bernardino 98 5295 1304265 COC 52:19 6:47
16 David Sayanda 91 3223 1304224 GafanhOri 53:09 6:54
17 Hélder Marcolino 92 3863 1151515 GD4C 53:16 6:55
18 Luis Leite 76 1811 1302802 GD4C 54:07 7:01
19 Luis Gonçalves 81 4241 234189 CPOC 54:15 7:02
20 Filipe Dias 85 3555 733330 GD4C 54:27 7:04
21 Vítor Delgado 67 2593 1304093 GD4C 55:13 7:10
22 André Esteves 96 5055 7003284 COC 55:25 7:11
23 António Amador 68 1457 1304060 Ori-Estarreja 55:43 7:14
24 João Casal 67 2506 308290 Ori-Estarreja 55:50 7:15
25 Joaquim Sousa 70 1281 1111281 COC 56:13 7:18
26 João Novo 97 5287 2006621 .COM 56:37 7:21
27 Alexandre Reis 67 1225 2043039 ADFA 57:05 7:24
28 Goncalo Pirrolas 96 3954 1440066 ADFA 57:33 7:28
29 José Domingos 76 2588 1302729 CPOC 59:01 7:39
30 Sergio Duarte 94 5140 1304164 .COM 59:21 7:42
31 Arnaldo Mendes 79 3943 206395 Ginásio 59:41 7:45
32 Luis Barreiro 82 3602 1010040 NADA 1:00:03 7:47
33 Nelson Santos 89 4633 1304184 COC 1:00:06 7:48
34 José Fernandes 59 1532 1010097 .COM 1:00:41 7:52
35 Bernardo Pereira 97 5279 2043040 ADFA 1:01:10 7:56
36 Daniel Pires 65 1246 2043048 ADFA 1:01:30 7:59
37 Ricardo Esteves 98 5636 2043035 ADFA 1:02:33 8:07
38 Nuno Pedro 79 2562 1304275 CAOS 1:02:43 8:08
39 Jorge Oliveira 69 1583 1112211 COC 1:03:04 8:11
40 Cesar Conceição 75 3304 2032983 COC 1:03:50 8:17
41 Jaime Torres 69 1417 2043043 ADFA 1:04:59 8:26
42 Rafael Ramos 93 4773 1396454 Ori-Estarreja 1:06:02 8:34
43 José Oliveira 64 3131 234148 COA 1:06:44 8:39
44 Jose Pereira 78 3593 1336633 CP Armada 1:07:19 8:44
45 Rui Botão 68 2377 7680122 Individual POR Fed 1:07:31 8:46
46 Manuel Luís 63 1084 407047 CP Armada 1:07:39 8:47
47 Oleksandr Zaikin 95 3908 2043050 ADFA 1:07:59 8:49
48 Bruno Nazário 80 1721 1304112 Ori-Estarreja 1:08:18 8:52
49 André Cardeira 91 4226 419851 COC 1:09:26 9:01
50 Gabriel Braz 97 5006 259869 COC 1:10:41 9:10
51 João Magalhães 98 5448 2006625 .COM 1:13:47 9:34
52 Manuel Dias 52 1449 2035553 GafanhOri 1:14:16 9:38
53 Rodrigo Magalhães 96 5626 2006630 .COM 1:15:41 9:49
54 Fidel Conde 77 4807 242379 COC 1:15:43 9:50
55 Pedro Ladeira 86 2657 864468 CPOC 1:17:04 10:00
56 João P. Casal 99 4657 308468 Ori-Estarreja 1:17:07 10:00
57 Luís Sousa 54 1577 259815 Clube TAP 1:22:06 10:39
58 João Pontes 95 4809 362702 GD4C 1:24:38 10:59
Mário Duarte 62 1256 1850469 ADFA mp 7:49

Ir ao Topo