Alemanha 2012

WMOC-2012-logo1

World Masters Orienteering Championships 2012 – Sprint Final

0

Goslar, 02 de Julho de 2012, local e data da final de Sprint deste Mundial.

Eram 16.46 locais, quando parti para esta final, que depois de uma manhã muito sofrida, e um inicio de tarde ainda pior, estava a espera de uma “ainda” pior exibição.

Comparando com o WMOC do ano passado, este ano apenas me faltou a “minha” família (Albano e Palmira), uma presença muito especial que tornou o tempo que antecedeu a final, num tempo perfeitamente normal, sem stress e som sintomas de mal estar interior, que foi o mais difícil de ultrapassar este ano.

Comecei a minha prova um pouco lento, perdendo alguns segundos para os melhores tempos, mas com o passar do tempo fui aumentando o ritmo, e mesmo tendo uma pequena hesitação para o ponto 7º, e um erro de leitura (não vi a rua onde queria virar) para o ponto 8º, erro que me fez perder cerca de 20 segundos, consegui estar sempre nos primeiros lugares, e depois de ter feito os melhores parciais nos pontos, 11º, 12º 13º e 14º, consegui chegar ao 3º lugar na geral, mas com a dificuldade que tive em perceber o local exato do ponto 15º, por isso tive que parar, e só depois percebi que o ponto estava a sul do muro, com esta pequena paragem, passei de 3º para 5º, e com o erro que fiz para o 16º, fiquei sem qualquer possibilidade de voltar ao podium, pois a prova estava no final.

5º na geral, já me deixou muito feliz em anos anteriores, mas este ano não, sei que uma medalha esteve sempre ao meu alcance, mas faltou qualquer coisa, algo que tive ano passado e este ano não, sorte, talvez, mas não foi sorte de certeza.

Mapa Sprint Final (DOMA)

Link Resultados

M40A (74) 3,7 km 40 m 18 C
Pl Name YB Club Nation Time
1 Thomas Jensen 71 Tisvilde Hegn OK DEN 13:59
2 Yuri Omelchenko 71 OK Orion SWE 14:19
3 Jari Ikäheimonen 72 Turun Metsänkävijät FIN 14:22
4 Richard Barrett 70 BAOC GBR 14:24
5 Joaquim Sousa 70 Portugal O Team POR 14:43
6 Christian Roßnegger 72 DJK Adler 07 Bottrop GER 15:07
7 Kalikst SobczyDski 71 WKS Zlsk POL 15:12
8 Bousser Sébastien 72 CSLG MELUN FRA 15:14
9 Alexey Morozov 69 AMOR RUS 15:20
10 Tero Heikkilä 69 Paimion Rasti FIN 15:24

WMOC-2012-logo1

World Masters Orienteering Championships 2012 – Sprint Qualification

1

Domingo, 01 de Julho de 2012, dia da qualificação para a final do Sprint, prova que me correu muito bem, sem erros, por isso o 3º lugar na geral final, foi mais que suficiente para ser apurado.

O dia começou com o pequeno almoço no alojamento, mas, como a primeira pessoa do grupo a partir era só as 14.17, ainda almoçamos antes de sair, uma vez que estamos apenas a 15 minutos da Bad Harzbourg, local do apuramento do Sprint, e as partidas eram só a partir das 13.00.

!4.00, hora de começar o aquecimento e a preparação para este apuramento, que por muita experiência que tenha, os sintomas antes da partida são sempre os mesmos, dor de barriga e xixi, são sintomas normais nestes momentos, hoje ate pensei que se calhar se eu fosse besunta, não tinha tanta responsabilidade…

Já no minuto (menos) -1, olhei para a sinalética e vi que o triângulo de partida estava numa escada, mas no terreno estava numa zona amarela, junto a um muro, por isso quando arranquei, tive que parar e tentar perceber se aquele triângulo era realmente o meu, afinal era, a escada estava era mais a cima, por trás do muro.

Fiz uma prova segura, sem erros de navegação, por isso o 3º lugar na minha serie deu-me uma fácil classificação.

Para amanhã, atendendo a presença na final de H40 de alguns ex Campeões do Mundo de Elite (Janne Salmi e Yuri Omelchenko), a minha tarefa estará um pouco mais complicada, mas não impossível…

Depois desta qualificação, temos os seguintes resultados; Ricardo 13º com 17.58, Sousa 3º com 15.40, Casal 14º com 17.07, Bolrão 39º com 21.58, Zé 29º com 17.56, Rui 40º com 19.17, Ana Casal 25ª com 22.57.

Finais, partidas; Ricardo (A) 16.36, Sousa (A) 16.46), Casal (A) 16.07, Ana Casal (A) 15.27, Manuel Dias (A) 15.27, Bolrão (B) 14.39, Zé Fernandes (B) 14.47, Rui Antunes (B) 13.31.

Mapa Sprint Qualification (DOMA)

Link Resultados

M40-1 (60) 3,5 km 40 m 20 C
Pl Name YB Club Nation Time
1 Thomas Jensen 71 Tisvilde Hegn OK DEN 14:47
2 Richard Barrett 70 BAOC GBR 15:39
3 Joaquim Sousa 70 Portugal O Team POR 15:40
4 John Owens 69 BAOC GBR 16:43
5 Christian Roßnegger 72 DJK Adler 07 Bottrop GER 17:05


 

 

 

WMOC-2012-logo1

World Masters Orienteering Championships 2012 – Sprint Model Event

0

Sábado, 30 de Junho, primeiro dia do WMOC 2012, dia do model event do Sprint.

Depois de umas poucas horas de sono na nossa mansão, sim, mansão, que comparado com o estábulo que dormimos na Hungria no ano passado, isto até que nem é bem uma mansão, é mais um palácio… Temos quatro quartos, dois com casa de banho privativa (claro que um quarto desses ficou para mim e para o Zézinho), pena a cama ser de casal, duas cozinhas e uma sala enorme, todos os quartos tem TV, e temos internet juliada ao dono do estabelecimento.

Por volta das 10.00, já toda a gente estava de pé, se calhar o stress da competição não deixou o pessoal dormir mais, sendo que depois de um pequeno almoço muito ligeiro (foi comer o que cada qual tinha trazido, azar do Bolrão, que tinha ceriais e leite que disponibilizou e assim ficou sem nada), fomos até Bad Harzbourg para fazer a acreditação, que se ficou apenas pelo levantamento do peitorais. Deve ser da crise…

Na parte da tarde, fizemos o model event do Sprint, que a verdade seja dita, se não arranjarem melhor terreno para o Sprint, estamos tramados, pois este mapa do model era mesmo como o Sporting, muito fraquinho, pois o Rui Antunes só para me traçar um percurso de treino esteve quase para marcar outros pontos, ou então fazer-me um mapa noutro lugar.

Mesmo sendo o mapa fraquinho, o Rui Antunes conseguiu traçar um percurso apelativo, tendo para isso eliminado a passagem em alguns pontos, o que fez com que no final tivéssemos motivos para comparar opções, mesmo que fosse apenas a do ponto 39 para o 42.

No final deste belo treino fomos até ao centro, para comprar água e alimentação para o jantar, pequeno almoço e almoço de amanhã, e também porque pensamos que o apuramento de amanhã seja realizado no centro da cidade.

Finalizadas as compras e a visita (só saímos da carrinha para tirar umas fotos, já com o intuito de publicar no Facebook), regressamos à nossa habitação, e enquanto uns tomavam banho, outros aproveitavam para ver os e-mails e resultados dos nossos jovens no EYOC, sendo que este nosso primeiros jantar ficou a cargo da família Casal, agora temos o José Bolrão a lavar a loiça, prenda de baptismo em Mundiais de Veteranos.

Amanhã temos do nosso grupo (oito pessoas) a partir (menos uma hora em Portugal, Ana casal as 14.17, Rui Antunes 14.34, Ricardo Oliveira 14.37, Joaquim Sousa 14.39, José Fernandes 14.47, João Casal 15.34 e José Bolrão 15.51.

Coisas que não deveriam vir a publico, mas que eu não escrevesse não eram a mesma coisa, estava tão preocupado em trazer 10 litros de vinho, que até me esqueci das sapatilhas de atletismo, onde? se calhar dentro do meu carro, mas não tenho a certeza, depois, hoje fui literalmente abalroado por um carro, conduzido por um grande filho da p… pois, estava eu a conversar com o resto da comitiva junto a passagem das viaturas no parque de estacionamento, quando sou pisado nos dois calcanhares (tendão de aquiles), dando ele a desculpa que me pisou para se desviar dum carro mal estacionado, basta dizer que fiquei com os dois tendões negros da borracha dos pneus, vamos a ver amanhã como estarei…

Mapa Sprint Model Event (DOMA)

WMOC-2012-logo1

World Masters Orienteering Championships 2012 – Viagem

3

Sexta, 29 de Junho de 2012, dia do inicio de mais uma campanha para um WMOC, desta vez na Alemanha, mais propriamente na zona de Bad Harzburg/Harz, de 01 a 08 de Julho de 2012.

Mais uma vez, voo marcado de Lisboa, isto é o que dá um atleta não se querer preocupar a ter trabalho de marcar voo, depois tem que se contentar com o que lhe marcam. Sendo o voo de Lisboa e eu de Barcelos, lá tive de perder um dia só em viagens. Depois de uma curta viagem de carro, de Barcelos para o Porto, fui até a estação de Campanhã, onde às 10,50 apanhei o comboio até Lisboa, onde já viajava o José Fernandes, e onde supostamente nos iríamos encontrar também com o António Amador, mas devido a doença, não pode viajar connosco. Nesta estação, tive o prazer de rever a minha professora de danças de salão, foi sem dúvida um momento alto desta viagem, pois é sempre bom encontrar pessoas que nos marcam, e por algum motivo nos deixam saudades. Três horas depois, chegamos a Lisboa (Gare do Oriente), onde almoçamos e apanhamos um autocarro com destino ao Aeroporto, mas em questão de autocarro, é o que chamamos o chular do patego, pois quem quiser apanhar um autocarro que passe perto do aeroporto onde pode pagar apenas 1,75€, não pode, pelo menos se estiver a carregar uma mala de viagem, pois segundo informação de pessoas no local, os condutores dos autocarro não permitem, então, a outra solução é apanhar o autocarro próprio, que apenas faz viagem com destino ao aeroporto, mas pagando a módica quantia de 3,50€, preço que está logo estampado na porta de entrada, isto sim, é ser inteligente, Portugal no seu melhor, é que a viagem entre a Gare do Oriente e o Aeroporto é de apenas 3 kms…

Depois de largar os 3,50€, não sem antes dizer ao condutor que isto era um roubo, lá seguimos para o aeroporto, ainda por cima, e sendo que o autocarro era de ligação, fazia todo o sentido deixar-nos nas partidas, mas a final fomos deixados nas chegadas, o que também faz muito sentido, é que eu costumo apanhar um autocarro em direcção ao aeroporto, com uma bagagem de viagem, porque tenho que ir lá buscar pessoal que veio de viagem, ehehehehe, xulioooooooooooooossssssssssss.

Sendo que já estávamos na companhia da família Casal, João (pai), João (filho) e Ana, fomos ao encontro do resto da comitiva, José Bolrão, Rui Antunes e Ricardo Oliveira, isto ainda sem saber se o nosso voo sempre se mantinha nas 18,25 ou se era realmente as 15,25 como tinha sido anunciado devido a greve. Feito o check in, foi-nos informado que o voo era as 17,25, mas nos placards onde tinham as horas de voo, a hora anunciada era as 18,25, vá-se lá perceber, pelo sim pelo não, fomos diretos para zona de embarque, para evitar confusões.

Chegada a nossa hora, levantamos voo com destino a Frankfurt, local onde aterrámos por volta das 22.30, e onde tínhamos uma carrinha de nove lugares à espera. Desta vez alugamos uma carrinha, é que assim, para onde for um, vamos todos. Já depois das 23.00, iniciamos a nossa viagem até ao local de dormida, Ferienlodg, local que fica a apenas 300kms +-, e que vai ser a nossa casa nestes dias de competição. Durante a viagem ainda fizemos uma paragem no McDonald’s (isto nem era mundial sem esta paragem), pois a sande fria que deram de “jantar” na viagem de avião, não deu nem para começar. Inteligente foi o Ricardo “velho” que conseguiu passar na bagagem de mão com uma dose de carne de porco à alentejana. Impossível? Não, pois eu bem vi ele a morfar a dita comida.

E assim depois de quase 24 horas de viagem, tantas quanto gastei para ir a Austrália, lá chegamos a Alemanha, e ao nosso destino, eram 03,30, e depois de um banho, fomos dormir.

 

Ir ao Topo