Depois de um Sábado repleto de orientação, para Domingo estava reservada a prova de distancia Longa, uma prova que parecia  a partida uma boa possibilidade para eu recuperar uns lugares na classificação geral, pois depois da minha má prestação no sprint, só uma excelente prova me levaria novamente aos lugares cimeiros da classificação.

Mas, isto de ter quarenta e dois anos e ainda correr em Elite, já não é como antigamente, e com um tempo previsto de 100 minutos para o vencedor, esta prova foi mais um desafio aos nossos atletas, e eu pura e simplesmente não estive a altura, entrei bem no mapa, embora devesse ter ido directamente ao caminho para o 1º ponto de controlo, mesmo assim fiz uma boa pernada, pior foi no 7º ponto de controlo, parei no amarelo anterior e perdi cerca de cinco minutos.

Depois do erro no 7º ponto de controlo, alem de pequenos erros na zona dos pontos, voltei a perder mais tempo no 14º ponto de controlo, sendo que a partir desta altura, já a meu discernimento e concentração estavam no limite, nas opções para os pontos de controlo 18º e 19º, as opções já foram baseadas no meu estado físico, que por esta altura já estava no limite, tendo sido eu obrigado a beber agua de todas as linhas de agua que ia cruzando.

Para o 18º ponto de controlo, a minha primeira opção era idêntica a opção do Diogo, (seguir +- junto a linha vermelha), mas como já não tinha forças para pensar, optei pela mais simples, o caminho, já para o 19 ponto de controlo, a primeira opção era seguir sempre pela estrada até a zona do ponto (novamente igual ao Diogo), mas como já não consegui correr rápido, optei por ir a direito, e a ideia até foi boa, dei facilmente com o 20º ponto de controlo, o pior foi que perdi tempo para o 19º e para o 21º ponto de controlo, foi a minha pior fase, pois perdi muito tempo nestes dois pontos de controlo.

Até final foi sempre a sofrer, sendo que já depois do ponto de espectadores ainda perdi tempo no 26º ponto de controlo, e ainda tive de abrandar ainda mais devido ao aparecimento de cãibras.

Resultado final, 10º na etapa e 8º na geral final.

Foram três excelentes provas, o Sprint foi excelente, e os terrenos do Vale do Rossim são excelentes, na minha opinião pessoal a organização deve sentir-se orgulhosa deste evento, eu gostei das três provas, e acho que de vez em quando fazer uma prova mesmo Longa e bom.

A minha critica inicial mantém-se, pois continuo a achar que uma coisa é o que a organização faz, outra coisa é o que certos elementos dessa organização dizem/fazem quando outros clubes erram.

Mapa Vale do Rossim trak (DOMA)

HE , 28C, 12.2km, 510m (23)
Cl. Nome Atleta AN Lic. Clube Tempo Min/Km Pontos
1 Diogo Miguel 89 1888 Ori-Estarreja 2:04:41 10:13 100,00
2 Tiago Gingão Leal 90 4495 GafanhOri 2:06:46 10:23 98,35
3 Pedro Nogueira 82 1111 ADFA 2:09:02 10:34 96,62
4 Tiago Romão 89 2818 ADFA 2:11:45 10:47 94,63
5 Jorge Fortunato 89 2816 Ori-Estarreja 2:13:51 10:58 93,15
6 Gildo Silva 85 2668 COC 2:14:51 11:03 92,46
7 Paulo Franco 81 1132 COC 2:18:59 11:23 89,71
8 João Mega Figueiredo 92 3299 CN Alvito 2:19:58 11:28 89,08
9 Nelson Graça 87 2733 Ori-Estarreja 2:25:00 11:53 85,98
10 Joaquim Sousa- Fanclub 70 1281 COC 2:25:20 11:54 85,79
11 Benet Totusaus 77 08001878 Badalona-O 2:30:41 12:21 82,74
12 Paulo Santos 83 1670 ADFA 2:33:54 12:36 81,01
13 Hélder Marcolino 92 3863 GD4C 2:39:40 13:05 78,08
14 Raúl Ferra 84 30000735 Lorca-O 2:41:55 13:16 77,00
15 Nelson Santos 89 4633 COC 2:55:46 14:24 70,93
16 Luis Leite 76 1811 GD4C 2:59:45 14:44 69,36
17 Cesar Torrejón 77 09002126 Tjalve 3:03:25 15:02 67,97
18 Filipe Dias 85 3555 GD4C 3:11:21 15:41 65,15
19 Rafael Ramos 93 4773 Ori-Estarreja 3:21:05 16:28 62,00
Jose Pereira 78 3593 CP Armada dnf 0:00
Miguel Ángel Martín 89 06003078 CODAN Extremadura mp 7:09
Manuel Horta 90 4429 GafanhOri mp 4:44
Iván Trigales 76 28000140 Los Angeles mp 15:32