logo fedo

Trofeo Quijotes – Campeonato Ibérico Feminino 2017

0

Ola a todos

Depois da queda no Paris City Race, estive alguns dias sem treinar o que voltou a atrasar a minha recuperação, mas como fui obrigado a descansar fiquei um pouco melhor do meu tendão.

No passado fim de semana de 03 e 04 de Maio resolvi voltar a competir, e nada pior que ir até Espanha para o fazer, o ditado popular nunca há-de passar de moda “de Espanha nem bons ventos nem bons casamentos”.

No sábado de manhã tivemos uma prova de distancia longa, mapa duro fisicamente e terreno em alguns locais muito sujo (árvores cortadas deixadas no chão) que dificultou em muito a progressão. Não me sai mal, fiz o melhor tempo, mesmo tendo feito má opção do 3º para o 4º ponto de controlo (ir ao caminho tudo a norte em direcção ao ponto 5 teria sido melhor, acho eu).

Mapa Longa Trak

No sábado a tarde tivemos a prova de sprint, enfim, impressionante como se consegue tornar algo de bom em algo de pessimo facilmente.

O meu cérebro deixou de funcionar logo no 1º ponto de controlo, no mapa um Circulo azul, na sinalética o símbolo de Nascente, no terreno uma fonte (claro que onde corre agua é uma nascente…).

Tentei esquecer mas não deu, fiz logo má opção para o ponto 2 (falhei a escada que ia directa ao ponto), dai até ao fim foi um descontrolo emocional devido aos erros que ia encontrando.

No ponto 10 e olhando para o mapa pensei que o cinza era de túnel (para mim cinza no meio de uma cidade é normal ser), mais um borrego, depois o pior ainda foi no ponto 13, no mapa o ponto esta no ângulo de muros mas na sinalética esta a dizer a dizer a norte do muro, enfim, foi a prova onde cometi mais erros na zona dos pontos.

Fui 3º na geral 2º do meu escalão (sim, um H35 fez a prova, levou os 1000 pontos e no final para o troféu temos o escalão sem vencedor do Sprint).

Colocarei o filme da prova em outro post.

Mapa sprint Trak

No domingo de manhã tivemos a distancia media, mapa até podia ser bom mas o cartografo decidiu fazer uma cartografia enganadora e foi o culminar de mais uma participação em Espanha. Nesta prova só cometi um erro (alem de ir correr), foi no ponto de controlo nº7, no mapa parece tudo enorme mas no terreno esta tudo escondido pela vegetação, depois também demorei muito a encontrar a árvore no mapa que no terreno ate se via muito bem, erro meu.

No final fiz 2º tempo e fiquei em 2º no Trofeo Quijotes.

Mapa media trak


EuroCityRace

Paris City Race 2017

0

Realizou-se no passado domingo dia 07 de Maio o Paris City Race, primeira etapa do City Race Euro Tour 2017.

Se no sábado tivemos um terreno de parque quase plano e com varias passagens superiores e inferiores, no domingo tivemos um mapa de cidade, com desnível e muito perigoso devido a chuva que caiu durante toda a minha prova, para provar que estava perigoso tenho a queda de costas mesmo antes de chegar ao 1º ponto de controlo, ainda por cima por causa de um ponto que não era meu.

Na geral correu bem, consegui correr todo tempo, excepto nas escadas a subir. Erros apenas um e grande, falhei a rua do 9º ponto de controlo e dei a volta ao quarteirão e perdi cerca de 30 segundos. Em termos de opções, não sei se fiz bem ou mal, pelos parciais que estive a comparar não há grandes diferença de tempos.

No final fiz o melhor tempo com 51,28 minutos e deixei o 2º classificado a 1,39 minutos.

De realçar pela positiva a vitoria de Tomas Lima do COC em Homens Sub 16, o 2º lugar Beatriz Castilho do .COM em Damas Sub 16 e também o 2º lugar Helena Lima do COC em Jun Fem. Também o percurso de sábado esteve muito bom tecnicamente. O pintar de cor diferente as zonas de mais tráfego humano também foi uma mais valia na prova de domingo.

De realçar pela negativa a falta de uma recordação do evento para os atletas que subiram ao pódio. Peitorais para que, temos de poupar papel. A falta de divulgação aqui em Portugal já é normal, é a fartura de Vitórias de atletas Portugueses em provas no estrangeiro.

O facto das arenas serem longe da zona de competição não contribuiu para a divulgação da modalidade, no domingo no City Race a zona de chegada estava completamente esquecida e escondida, temos em Portugal treinos com melhor aspecto.

Link de resultados AQUI

Mapa VET 1 parte 1 DOMA

Mapa VET 1 parte 2 DOMA

GD4C_2

Vila do Conde – Super Sprint (video da minha prova)

0

Prova de super sprint organizada pelo GD4C na tarde de Sábado do dia 29 de Abril no Vila de Conde City Race.
Foi uma prova muito rápida, fiz 08,51 minutos nos 1500 metros do percurso. Fui 1º classificado em VET1 e 2º classificado neste percurso entre VET1, JUN MASC e SEN MASC.

Em relação a este video, a velocidade mostrada na imagem não é a real pois a trak usada não é a minha, ou seja, tive de cortar e acertar a trak com os meus parciais para poder mostrar por onde andei.

Do ponto 16 para o 17 a trak que mostra no video não esta correcta.

EuroCityRace

Paris – Parc de la Villette 2017 – Video da Prova VET1

0

Aqui podem ver o video da prova realizada no sábado dia 06 de Maio no Parc de la Villete.

EuroCityRace

Parc de La Villette (Paris)

0

Realizou-se no fim de semana de 06 e 07 de Maio o Paris City Race, primeira etapa do circuito Euro City Race.

Na tarde de sábado fomos até ao Parc de la Villette, um parque muito bom para fazer orientação devido a quantidade de pormenor existente. A organização para ajudar os menos experiente colocou uns traços magenta nos locais com passagens inferiores e superiores, se para uns foi ajuda, na minha opinião pessoal acho que complicou.

Como o objectivo da minha participação neste evento era a prova de domingo, a prova a contar para o circuito Euro City Race, decidi participar em ritmo de treino, embora eu saiba que depois de pegar no mapa é impossível controlar a velocidade de corrida, e foi mesmo isso que aconteceu…

Com a chuva que caiu o terreno tornou-se muito perigoso por isso todas as cautelas eram poucas.

Comecei mal a prova (demorei para perceber a cartografia do terreno), sendo que o meu maior erro foi logo no 2º ponto de controlo, não quis consultar a sinalética e acabei por não ter a noção da colocação exacta da baliza, sendo que da quantidade de torres existentes no parque, a única que estava cartografada de maneira diferente é a torre onde se encontrava este ponto de controlo.

Dai para a frente consultei sempre sinalética e só acabei por voltar a cometer um erro já no ponto 11º, sabia que o ponto não estava na passagem superior, mas como na sinalética dizia escada em cima, pensei que talvez a escada terminasse na passagem superior, puro engano, o ponto de controlo estava mesmo no nivel inferior e ainda por cima demorei algum tempo a perceber como chegar lá.

No final e ainda com algumas hesitações acabei por vencer este Circuito C (VET1 e H20) por apenas 1 segundo, fiz 28,20 minutos e 5460 metros dos 3700 metros que tinha o percurso.

Mapa com o circuito C (VET1 e H20) Trak DOMA



Ir ao Topo